A primeira rede social para quem quer ter filho

Bastava fazer um perfil, sinalizar seus gostos e o algoritmo continuava o trabalho para você. Hoje, é um pouco diferente. Para as mulheres com mais de 40 anos e filhosa mudança foi benéfica. O meu filho tinha 4 anos na época. Ela acumulou um ano de experiências conversando e conhecendo homens. Hoje, cinco anos depois, conta as histórias rindo. Veja também: Ela criou o Bumble, app de relacionamento em que a mulher começa o papo.

Mulheres que 18828

Na plataforma é possível verificar informações dos candidatos e escolher um perfeito para você

Coparentalidade , Pais Amigos , Taline Schneider. Uma Rede Social para o reunião de pessoas que querem planejar, congeminar, criar e educar um filho, sem a necessidade ou obrigatoriedade de um relacionamento conjugal, romântico ou, até próprio, sexual entre os genitores. Afinal, tratam-se de seres humanos, com sentimentos. Dos 2.

QUEM PROCURA A PLATAFORMA

Pensei: por que preciso de tudo isso para ter um filho? Prova disso é que Taline importou a ideia e transformou a antiga fanpage no site Pais Amigos, ponto de reunião virtual que hoje conta com cercado de 4 mil inscritos. Para enxerir-se no site, é preciso responder a uma pergunta secreta com alternativas incorretas e apenas uma certa. Construída com investimentos de Taline, é parecida com um almanaque de figurinhas. Quem acessa lê o nome, a idade e a cidade do candidato. Também é possível adotar. Leia mais: Homem confessa ter matado menina de seis anos por vingança. O professor Rodrigo Florêncio da Silva, 36 anos, se inscreveu no site em

Leave a Reply

Your email address will not be published.*